BLOG
(11) 3415-5215
Sites grátis não funcionam


Post em 27/08/2018

Quem está querendo criar um site para sua empresa ou negócio procura sempre algo mais em conta ou até por que não, grátis.

No mercado existem muitas empresas que prometem sites gratuitos.  Uma promessa realmente tentadora, mas na prática, sites grátis não funcionam como deveriam. Se fosse fácil assim todas as empresas fariam para seus negócios.

Saiba porque os sites gratuitos na internet não funcionam!

Basicamente, um site grátis é aquele em que você adquire um serviço de hospedar o site que você mesmo criou sem precisar pagar nada por isso. Entretanto, exatamente por não pagar nada, é onde começam os problemas, pois os serviços são bem limitados e há diversos impedimentos.

Limitações
Essa é a primeira desvantagem, pois por ser uma versão gratuita, você não tem ao seu dispor todos os recursos para deixar o site personalizado de acordo com sua necessidade e estratégia. Os layouts são sempre os mesmos, não tendo a possibilidade de fazer algo diferente.

2. Falhas e falta de suporte
Erros são passíveis de acontecer, é natural. Contudo, o problema é quando o site para de funcionar por algum motivo e não há um suporte para solucionar de imediato o seu problema.

3. Domínios padrões
O domínio passa a imagem de profissionalismo e ter um domínio padrão não passa isso. O investimento não é muito alto, e em troca, você mostra qualidade e atendimento diferenciado para o seu cliente.

4. Site lento
Como a hospedagem é gratuita, os servidores limitam esse serviço, pois o mesmo espaço é  dividido com outros sites, gerando lentidão e criando uma experiência muito ruim para o usuário.

5. Cobranças escondidas
Como essas empresas que oferecem sites grátis também precisam sobreviver, às vezes há cobranças escondidas, que você nem percebe, como hospedagem de imagens, conta de e-mails, acesso FTP, etc. E os preços podem ser exorbitantes!

6. Dados travados
Outro fator muito importante é que a maioria das empresas que começam com um site grátis decidem migrar pro serviço pago depois de algum tempo, devido aos problemas citados. O problema, é que é impossível migrar o conteúdo do site antigo para uma nova hospedagem e tudo precisa ser exportado manualmente. Contudo, isso não é uma tarefa simples e exige a contratação de um profissional, o que gera mais gastos.


7. SEO
Geralmente essas empresas de sites grátis não gerenciam o SEO do site da sua empresa, ou seja, faltam todas as configurações para que seu site seja devidamente encontrado nos site de busca como Google, Bing, Yahoo e outros.

8. O site grátis pode ser derrubado
No contrato que é feito com o serviço de hospedagem gratuita, está escrito que o site pode ser retirado do ar a qualquer momento, sem razões ou avisos. E o pior: se isso acontecer, eles não são obrigados a disponibilizar seus dados. Então tudo é perdido!

9. A companhia que oferece a hospedagem pode fechar
A qualquer momento ela pode fechar e você não terá mais o site, perdendo os dados e conteúdos que estavam neles. Porque, novamente, ela não precisa dar um aviso prévio e nem disponibilizar os dados.

Como você pode ver, é preciso tomar muito cuidado ao fazer sites grátis na internet, pois o barato acaba saindo caro e os custos que você terá com as limitações e problemas que podem surgir, não compensam. Por isso, se você está pensando em fazer um site, comece da maneira certa. Não sabe como? Entre em contato conosco que podemos te ajudar!

As vantagens de utilizar o WhatsApp em seu site


Post em 24/08/2018

Segundo o WhatsApp  mais de 700 milhões de pessoas usam o serviço todos os dias no mundo. O app que é  usado para quem quer falar com amigos e familiares, está se tornando a cada dia um ótimo canal de comunicação entre empreendedores e clientes.


1. Alavancando os negócios
Todo mundo utiliza o app sendo ele o mais usado no Brasil e tem versões para todos os sistemas operacionais, smartphones e iphone.

2. Não é só texto
Com inúmeros recursos a comunicação se torna mais fácil, pois é possível o envio de arquivos de texto, imagem, documentos, vídeos e áudio.  Sem restrição de tamanho, o aplicativo se torna uma excelente vitrine para anunciar um novo produto ou serviço ou simplesmente atender com muito mais rapidez seu cliente.

3. Sem restrições
Não há limites no número de mensagens enviadas e nem na quantidade de contatos que irão recebê-las. Portanto, é interessante enviar anúncios, promoções e novidades para seus clientes através do app.

4. Resposta imediata
Divulgar o número do WhatsApp em anúncios impressos e digitais da empresa permite que o cliente chegue até você com maior facilidade.

5. Mensagens comprovadamente lidas
Verifique quantas mensagens você recebe no aplicativo e não lê. Quase nenhuma. Enviadas em tempo real, as mensagens têm retorno instantâneo. Um bom atendimento fará com que você fidelize seus clientes com maior facilidade.

6. Custo zero
O WhatsApp afirma que cobra apenas US$ 1 por ano de utilização, porém muita gente  afirma que nunca pagou um centavo pelo aplicativo. Ou seja, o investimento é praticamente nulo, ao contrário do que acontece na criação de campanhas de e-mail marketing e outras.

7. Whatsapp no site
O whatsapp integrado ao site melhora em muito a forma de fechar negócios e aumentar as vendas, pois é uma ferramenta perfeita de marketing.
Google deixa de mostrar nas
buscas sites não responsivos

site-responsivo

Post em 18/04/2018

Por Karen Carneti access_time 22 abr 2015, 17h28

Segundo o Google, a atualização afetará apenas os rankings exibidos nos dispositivos móveis, e é aplicada apenas a páginas específicas, não sites inteiros

Depois de anunciar em fevereiro de 2017 que faria mudanças significativas em seu ranking de buscas, o Google cumpriu parte da promessa e: os sites que não forem adaptados para smartphones e outros dispositivos móveis cairão no ranking.

De acordo com a gigante californiana, a atualização afetará apenas os rankings exibidos em celulares e tablets.

Ainda segundo o Google, a atualização será aplicada apenas a páginas específicas, não a sites inteiros. “Com as pessoas fazendo cada vez mais buscas em seus dispositivos móveis, queremos ter certeza de que elas podem encontrar conteúdo não apenas relevante e oportuno, mas também fácil de ler e de interagir em telas menores”, disse uma porta-voz da empresa ao The Wall Street Journal.

O Google deixou claro, entretanto, que a adaptação a dispositivos móveis é apenas um dos 200 sinais que o algoritmo usa para determinar o ranking de resultados.

“Sites que não são tão responsivos como poderiam ser não irão desaparecer. Na verdade, eles ainda podem se classificar em um nível alto se tiverem um bom conteúdo que as pessoas realmente queiram”, disse a empresa em um post de blog.

A mudança, de acordo com o Google, deve ser feita porque a experiência com sites não responsivos é ruim. Fontes minúsculas, links que precisam que o usuário tenha “dedos finos” para serem clicados ou uma barra lateral que desce “eternamente” são alguns dos exemplos.

Para os negócios, um site que não se adapta também é ruim: uma pesquisa mostrou que 74% das pessoas estão mais propensas a voltar para um site se ele for mobile-friendly.



Marketing Digital Post em 08/08/2017

Estratégias de marketing para empresas e pequenos negócios

O cenário atual da economia brasileira é de recessão, com poucos investimentos e corte de gastos. Diante desse panorama desfavorável, surge um desafio para as 10 milhões de pequenas e médias empresas brasileiras, que buscam criar soluções para continuar crescendo.

Uma alternativa com grande potencial para ser explorado é o marketing digital, isso porque, hoje, grande parte dos consumidores tem acesso à internet e faz uso dela para buscar informações sobre produtos e serviços antes de efetuar a compra.



MARKETING PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS
Um dos grandes dilemas de empreendedores e profissionais de marketing é onde investir e por onde começar a manter uma presença de marketing na internet. Para ajudar apresentamos alguns caminhos que você pode seguir e traçar a sua estratégia.



SITE
A criação de um site é muito importante para fixar o seu negócio na internet. Além disso, segundo pesquisas, ter um website é a estratégia de marketing mais efetiva para pequenas e médias empresas.

O primeiro passo para consolidar a presença da sua marca na web é criar um site com um domínio próprio.

Um ponto que gera muitas dúvidas é sobre escolher entre uma página no Facebook ou um site. A resposta para essa questão é: você pode ter uma página no facebook e um site, assim, terá uma presença digital mais forte, atuando em duas frentes. Não é necessário escolher entre uma e outra, inclusive, você pode combinar as duas de forma automatizada.

Existem elementos essenciais para todos os tipos de site, desde formulários de contato até sitemaps.



E-MAIL
Outro benefício de ter um domínio registrado é a possibilidade de comunicação com seus clientes. Por isso, é muito importante contar com emails de domínios personalizados, como contato@suaempresa.com.br

O principal benefício do email personalizado frente aos serviços de email gratuitos, sem dúvida, é a confiança que um email @suaempresa passa frente aos seus clientes.



REDES SOCIAIS
As redes sociais se tornaram uma ferramenta de comunicação indispensável para qualquer empresa e isto envolve grandes vantagens e benefícios. Da mesma forma que as redes sociais tornaram-se agora uma parte vital do relacionamento com amigos, familiares e estranhos, as mesmas coisa acontece com as empresas com relação aos seus clientes.

A importância das redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest é que eles se tornaram uma ferramenta de relação entre as empresas e seus clientes. A internet tem crescido exponencialmente na última década, ultrapassando meios tradicionais como a imprensa, rádio e televisão, e isso implica que a comunicação de uma empresa deve também avançar nessa direção.

O uso de redes sociais são vitais para um bom plano de trabalho, marketing digital e este então expressa em novos clientes e no aumento da quantidade de vendas.

São canais de comunicação que permitem uma grande promoção, pode ser usado gratuitamente e são uma excelente ferramenta para promover todos os produtos da marca, divulgar o propósito e missão da empresa, cobertura jornalística e até mesmo de se relacionar e fazer negócios com outras empresas ou para encontrar novos profissionais.

Eles também servem como elemento de ligação para aumentar o tráfego de visitantes na página Web institucional. As possibilidades de utilização destas plataformas pode ser infinito, por isso é importante procurar todas as alternativas reais para ter uma maior presença na web.



As 10 novas tendências dos sites Post em 09/08/2017

Assim como qualquer setor, seja industrial, automotivo, farmacêutico, científico ou tecnológico, os websites a cada ano se modernizam e aqueles que ficam para trás perdem espaço junto aos concorrentes e principalmente de seu público alvo.

Enumeramos abaixo alguns itens muito importantes para turbinar o seu site e fazer ele entrar de vez no futuro.



1. Mobile

Hoje o Google passou a penalizar os sites não otimizados para dispositivos, portanto se você ainda não tem um site é bom saber que quando tiver terá que adequálo ao RESPONSIVO (Preparado para se adaptar a smartphones, tablets, notebooks e desktops). E se já tem um site e ele ainda não for, terá que transformá-lo o mais rápido possível..


2. Minimalismo: menos é mais
O minimalismo aplicado ao web design pede sites com cores mais suaves, mais espaço livre, fontes maiores e textos menores. Tudo isso, além de conferir elegância às páginas, contribui para uma boa visualização em dispositivos móveis. Essa nova tendência de web vai ao encontro a outra!


3. (One Page) Site de uma página facilita a navegação
Este é outro princípio que coincide com os anteriores, pois implica em mais leveza e simplicidade no desenho, o que é ideal para mobile. Certifique-se que todas as informações importantes relacionadas ao seu negócio podem ser encontradas de imediato na HOME e se precisar colocar mais informações utilize links.


4. Movimento
Por mais interessante que a ideia possa parecer, os excessos de movimento estão fora da moda. Foi-se o tempo em que o Flash usava e abusava desse recurso. Hoje o recomendado é usá-lo de forma moderada.


5. Cores
Não é porque existam milhões de cores no universo que vamos sair por aí colocando todas em nosso site. A escolha da cor certa demanda de algumas observações muito importantes. Uma grande dica é utilizar nuances das cores do logo nos títulos, botões, links, mas adequando tudo para que não haja exageros.(abordaremos em outro post as cores psicológicas).


6. Conteúdo
Como já abordado, o menos é mais. Hoje, o conteúdo de um site deve dar o recado sem o emprego de textos longos. Recentes pesquisas afirmam que o internauta deseja um contato mais direto e objetivo. Procure resumir o máximo possível sem abrir mão do recado.


7. Imagens
Nunca abra mão de imagens boas e principalmente profissionais, geralmente as empresas desenvolvedoras de sites possuem um banco de imagens com excelentes  definições e tratadas para que o site não fique pesado ao abrí-las.


8. Parallax
O conceito do Parallax é fazer alguns elementos do site se movimentarem de maneira independente do restante da página. É uma maneira leve e bonita de criar animações simples toda vez que o usuário fizer a rolagem da página.

O Parallax ajuda a deixar seu site mais atraente, aumentando o tempo de navegação do usuário. Funciona também, para ajudar na “digestão” do conteúdo muito técnico, facilitando o entendimento, deixando a leitura mais agradável e, em alguns casos, até mais didática.


9. Video em tela cheia na página inicial
Essa uma uma tendência que está em alta. Além de deixar o site mais atraente, esteticamente, logo ao entrar o usuário já encontra no vídeo as principais informações de que necessita, criando assim uma conexão forte e rápida com a sua empresa.

Se o vídeo tiver boa definição e o conteúdo for pertinente para o usuário, a experiência no site será muito positiva, aumentando as chances de que a página seja indicada a outros.


10. Micro-interações
Uma outra tendência que está voltando com força total é a Micro-interação, mas afinal, o que é Micro-interação? É o simples recurso onde quando o internauta clica em algo ver o objeto se movimentar, aumentar de tamanho ou até mesmo mudar de cor.

Por incrível que pareça, esse simples recurso surpreendem ao sentir que a página “responde” às interações dela. Assim, o usuário se sente mais confortável e feliz, aumentando as chances de uma possível nova visita.
Comentários

19/04/2018
"É muito importante para as empresas que desejam que seus sites sejam bem ranqueados na busca orgânica do Google que façam essas alterações".

Willian Xavier - Gestor de Negócios - Londrina - PR


07/08/2017
"Achei a matéria muito interessante. Meu site já tem uns 3 anos e percebi que de quando ele foi feito pra hoje houve na web muitas mudanças e transformações. pretendo em breve fazer um novo site com vocês".

Frederico Almeida - Comerciante - SP


08/08/2017
"É, realmente precisamos utilizar todos os canais disponíveis para fazer um Marketing Digital de primeira, não basta apenas ter o facebook se não estiver alinhado com ele um site responsivo e com o SEO devidamente configurado".

Tânia Aparecida - Avaré - SP



Centro Empresarial - Av. Vida Nova, 28 - Jd. Maria Rosa - Taboão da Serra - SP - Tel.: (11) 3415-5215
Copyright © 2017 - HD3 Publicidade